ARTE E CULTURA | Entrevista

Sula Miranda conta para o Sou Catarina que prepara muitas novidades para 2022
Muito gentil, a cantora concedeu entrevista exclusiva para o Sou Catarina



Ela é uma artista que está sempre se reinventando. Talvez por isso a pandemia da Covid 19 não tenha lhe afetado. Em entrevista exclusiva para o Sou Catarina, Sula Miranda revelou que esse foi “um período de crescimento em todas as áreas.”

O sertanejo está na essência de Sula Miranda, mas ela também faz sucesso no mundo gospel, interpretando e compondo. Como atriz foi reconhecida após participação na novela Gênesis, da Record. Além disso, é apresentadora de TV, segue sendo requisitada pelo mercado publicitário e está em ascensão nas redes sociais.

O nome de batismo de Sula Miranda é Suely Brito de Miranda. Antes de lançar carreira solo em 1986, Sula fez parte do no grupo "As Mirandas", juntamente com suas irmãs Yara e Maria Odete (Gretchen) e mais tarde com o quarteto “As Melindrosas”.
 
Uma das músicas de maior destaque na carreira da cantora, é "Caminhoneiro do Amor". Dias depois do lançamento do disco (em 1986), as vendas superaram as 100 mil cópias. O marco, rendou para Sula Miranda um Disco de Ouro e o título de "Rainha dos Caminhoneiros".
Confira a entrevista!

 
Sula, a pandemia da Covid 19 afetou o cenário artístico por completo. Sem a realização de eventos (por causa das restrições da pandemia), muitos artistas e bandas (principalmente de menor porte), ficaram totalmente desassistidos. Para você, como tem sido esse período?
Para mim, no aspecto profissional foi excelente. Um período de crescimento em todas as áreas que atuo. Produzi mais como compositora gospel, hoje sou uma atriz reconhecida após minha participação na novela Gênesis, tenho atuado em várias campanhas publicitárias no setor de transporte... Enfim, muito abençoada...
 
Você tem uma trajetória de muito sucesso na música. Fora do cenário musical, você também já atuou como comunicadora de rádio, apresentadora de televisão, decoradora de ambientes... Hoje você produz conteúdos para um canal no You Tube. Como foi a transição para as mídias digitais? Foi algo planejado ou a ascensão foi ocorrendo na medida que o público foi mostrando interesse pelo seu trabalho?
Na verdade, demorei muito e ainda tenho algumas dificuldades. Estou em aprendizado para crescer nas mídias sociais. Vencer algumas barreiras minhas, pessoais, até mesmo de timidez. Pra aparecer nas mídias, requer mais ousadia e tenho buscado isso, claro de forma equilibrada. Ainda vou chegar lá!!!!

Que tipo de conteúdo que você apresenta no seu canal no You Tube?
Ainda não faço tudo que gostaria, porque requer mais tempo e também investimento para gravar da maneira que eu gostaria.

Um dos seus maiores sucessos é a música “Caminhoneiro do Amor”. Nos últimos anos inclusive, você lançou um novo clipe dessa música. Por causa de canções que falam da vida dos motoristas, você recebeu no final da década de 80, o título de “rainha dos caminhoneiros”. Hoje, com a maturidade da carreira, que significado esse título tem para você?
Esse título é minha história de vida. Só sou reconhecida nacionalmente, porque cuido, respeito e prezo por ele.

A música sertaneja mudou muito. Como você avalia a evolução desse estilo?
Natural, tudo na vida passa por mudanças. Umas que gostamos, outras nem tanto, mas nos adaptamos.

Há quem critique a qualidade das músicas de hoje, desde a letra, até a interpretação e produção. Na sua opinião, realmente houve uma regressão?
Não podemos dizer regressão, tem muita gente talentosa. O que mudou foi o mundo, o assunto, a realidade e a arte retrata isso.

Além de uma trajetória pela música sertaneja, você também se destaca na música gospel. É isso mesmo? Por que aconteceu essa transição de estilos?
Não houve transição. A música gospel é minha opção para manifestar e professar minha fé e a música sertaneja é o meu estilo musical de carreira.

Sula, você tem trabalhado muito e está sempre lançando novidades – praticamente tem um novo trabalho há cada ano. Conte sobre esse último trabalho. O que ele representa?
Na atual realidade, são vários trabalhos por ano. Após a atuação na novela bíblica, aflorou mais minha veia como compositora no gospel, mas ainda este ano irei lançar novidades no sertanejo. Acabei de regravar a música “saudade matadeira,” que havia gravado com uma dupla e agora vou lançar solo.

Quais seus planos para esse final de ano e para 2022? Seus fãs podem esperar mais novidades?
Muitassss novidades e acontecimentos para 2022. Na música sertaneja, música gospel e novidades na internet.

Hoje, com o seu conhecimento e sua experiência profissional, que conselho você pode deixar para quem pretende seguir no meio artístico? O cenário musical ainda tem espaço para novos talentos?
Não existe conselho ideal. Apenas fé, perseverança, muita disciplina e claro, sua conduta. Postura e caráter, isso fará você fazer a diferença.
 
 
Fotos: Divulgação Sula Miranda
Vana Photo
Paula Lopes
Nando Jordão

 
 



Confira o vídeo:






VEJA TAMBÉM



ARTE E CULTURA  |   04/10/2021 19h25





ARTE E CULTURA  |   27/09/2021 21h25


ARTE E CULTURA  |   23/09/2021 23h14