ARTE E CULTURA

Alesc recebe exposição “Transitoriedade”, da artista Gilma Alves de Mello

Uma visão crítica do consumismo, de proteção ao meio ambiente e a constatação de que o que foi ontem não será hoje e amanhã também será diferente, marca a exposição "Transitoriedade", da artista plástica carioca, que reside há mais de 50 anos em Florianópolis, Gilma Alves de Mello, aberta na noite desta segunda-feira (25), na Galeria de Arte Ernesto Meyer Filho. A mostra, que reúne nove painéis em canvas de médio formato, pode ser visitada diariamente até o dia 20 de maio.

A exposição é organizada pela Gerência Cultural da Alesc. Na avaliação da artista, a exposição trata do que é breve, passageiro, transitivo, das coisas que duram certo tempo, do tempo que decorre curto e rápido. "É contraponto às permanências e o que é definitivo, durável, eterno." Para Gilma, a Transitoriedade pede cautela, pois trilha o caminho da ilusão, do devaneio, da quimera.

Ela destaca que numa sociedade em que o consumo manipula a vida, incentivado pela mídia, na tentativa de perpetuar o prazer, há que se lançar um alerta sobre os valores transitórios que corroem a permanência da vida. Gilma Mello, ao colocar o corpo mamulengo em performance junto às monotipias resultantes da oxidação férrea impressas em canvas, sensibiliza as pessoas a uma crítica reflexiva sobre o lugar que queremos ocupar neste momento de intensas transformações planetárias.

Segundo a artista, o projeto teve início em 2019, quando observava ao seu redor diversos códigos de barras, em boletos, faturas, contas, impostos e até em estacionamentos pagos. "Também me deparei com a minha identidade transformada em números. Me senti uma marionete."

As obras contêm imagens fotográficas híbridas, em que ela aborda a temática do autorretrato, por meio de uma técnica mista envolvendo tiragem fine art, interferências com impressões com chapas de ferro, técnica pictórica com pigmentos minerais, canetas e transfer. Gilma já expos seus trabalhos no Salão Paranaense de Arte Contemporânea, Coletiva Paraty (RJ) em foco e em várias exposições em Florianópolis.




Fonte: Ney Bueno
AGÊNCIA AL
FOTO: Vicente Schmitt/Agência AL

 


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




VEJA TAMBÉM



ARTE E CULTURA  |   09/05/2022 18h00





ARTE E CULTURA  |   19/03/2022 16h01


ARTE E CULTURA  |   17/03/2022 21h14